top of page

Create Your First Project

Start adding your projects to your portfolio. Click on "Manage Projects" to get started

Repórter assediada em transmissão se Pronuncia: 'Não foi só um beijinho'

Tipo de projeto

Notícia-Trabalho acadêmico

Local

Manaus

A jornalista Jéssica Dias, da ESPN, se manifestou pela primeira vez em suas redes sociais após assédio sofrido durante transmissão pré-jogo de Flamengo x Vélez Sarsfield, pela Libertadores, na noite desta quarta-feira (7/9). Na ocasião, a repórter foi beijada sem consentimento por um torcedor rubro-negro, que foi levado para a delegacia e teve sua prisão preventiva decretada.
Em suas redes sociais, Jéssica contou que antes do assédio televisionado o torcedor já a importunava com reclamações, xingamentos e um beijo indesejado nos ombros.
"Foi só um beijinho no rosto. Não. Não foi. Antes tiveram muitos xingamentos e importunação porque o ao vivo demorava. Pedi calma e para que não ficasse xingando, não precisava", começou a jornalista.
Vieram os 'pedidos de desculpa' com alisamentos nos ombros e beijos.
Segundo a ESPN, após a agressão televisionada, a equipe que acompanhava Jéssica conseguiu segurar Marcelo Benevides Silva e pediu a PMs que o conduzissem à delegacia.O torcedor foi preso em flagrante, na 18ª DP (Praça da Bandeira), no Rio de Janeiro, após ser ouvido no Maracanã. O filho dele, de 17 anos, o acompanhou até a delegacia. Nas redes sociais, o Flamengo e a ESPN repudiaram o caso.

bottom of page